Assembleia Geral Unificada define manifestação na Assembleia Legislativa para o dia 13 de Dezembro

01

Na noite da última sexta-feira (02/12), ocorreu a Assembleia Geral Unificada dos Profissionais de Segurança Pública, a mesa foi composta pelo presidente da Associação dos Cabos e Soldados Militares do Estado do Ceará, 1ºSGT PM Eliziano Queiroz, presidente da ASPRAMECE P. Queiroz, presidente da APS 1º SGT BM Reginauro Sousa, presidente da Assof TC Homero, presidente do Sindaps Valdemiro Barobosa, vereador eleito em Fortaleza SD Noelio e vereador eleito em Sobral 3ºSGT PM Ailton Marcos e o Deputado Federal Cabo Sabino, a assembleia começou com as indagações impostas pelos agentes penitenciários.

O presidente da Associação dos Cabos e Soldados Militares do Estado do Ceará, 1º SGT PM Eliziano Queiroz discursa na assembleia geral, onde diz aos presentes que as associações estão a fazer o papel de representatividade ao fazer essa assembleia e deliberar ações concretas que visam a proteção do indivíduo profissional da segurança. É preciso que os presentes repassem as deliberações feitas para os militares que não puderam comparecer, é preciso união da categoria nesse momento ímpar. “Causa surpresa na gente, a inércia do estado, ao não trabalhar em conjunto com as associações, pois é lamentável ver a grande quantidade de agentes mortos”, enfitou o presidente.

Lembrar os policiais, bombeiros, agentes penitenciários que morreram em virtude do alto índice de criminalidade que assombra o estado é necessário. “Vamos fazer uma homenagem aos nossos heróis que tombaram em decorrência da violência crescente que insiste em fazer vítimas. Somos bombeiros e policiais 24h, independente de estarmos de serviço ou de folga, não deixamos de ser militares e é preciso que todos, inclusive os governantes compreendam isso”, finalizou SGT Eliziano Queiroz.

Como deliberação da assembleia geral unificada dos profissionais da segurança pública, foi aceito por todos os presentes que no dia 13 de dezembro às 9h na Assembleia Legislativa: ATO PARA COBRAR DO PODER LEGISLATIVO A ABERTURA DA CPI DO NARCOTRÁFICO.

A Associação dos Cabos e Soldados Militares do Estado do Ceará, convida desde já a todos para se fazerem presentes nesse ato, uma vez que um dos males que assombra o Ceará advém do tráfico.

“Precisamos que a tropa cobre dos representantes do legislativo estadual uma postura mais enérgica quanto a violência. é preciso lembrar que o deputado estadual Capitão Wagner já pediu essa CPI, mas não foi aceita pela casa”, encerrou o presidente da ACS, Sargento Eliziano Queiroz.

Compartilhar
ACSMCE
ACSMCE
Este artigo foi produzido por um dos redatores especialistas da base da ACSMCE. Fique ligado, quase todos os dias temos conteúdo novo.

POSTS RELACIONADOS

RELACIONADOS
LOCALIZAÇÃO
Av. Imperador, 1600 - Centro - Fortaleza-CE
CEP: 60015-052
CONECTE-SE
Siga nossas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades da ACSMCE.
© 2016 ACSMCE. Todos os direitos reservados