FDS utilizado em prol dos PMs

sd douglas

O Fundo de Defesa Social crido em 16 de julho de 2004 sob a Lei Complementar 47 tem como objetivo, dentre outros, despesas com hospitais. E esse objeto veio através da liberação de mais de R$150 mil para a aquisição de próteses destinada a quatro policiais militares que tiveram que amputar algum membro.

“Reconhecemos e agradecemos a Secretaria de Segurança Pública pela aplicação correta do Fundo de Defesa Social. Essa verba, que é descontada diretamente no contra-cheque do militar, tem que ser aplicada em favor do policial e bombeiro militar”, enfatizou o presidente da Associação dos Cabos e Soldados Militares do Ceará, 1º SGT Eliziano Queiroz. Fato é que até a data de hoje, segundo o Portal da Transparência, foi arrecadado em 2017 o montante de R$10.792.010,00 advindos dos contra-cheques dos militares.

PMs

Marcondes Vidal (41), soldado, é um dos contemplados com a iniciativa, que está prestes a receber uma prótese transfemural, que custa pouco mais de R$ 23,5 mil e vai possibilitar a melhoria dos movimentos e lhe garantir mais independência nas atividades diárias. Ele, que já fez 14 cirurgias, passou a precisar do equipamento no ano de 2006, quando teve que amputar parte da perna em decorrência da aparição de um tumor cancerígeno no fêmur (osso do membro inferior). A lesão surgiu em 1998 e só foi sanada com a extração do membro. “Depois disso, recuperei a saúde e a vida”, conta o militar. Desde então, ele utiliza uma prótese não adequada para sua situação, o que acarreta dores e problemas em outras regiões do corpo.

O sargento da PM, Alberto Marcolino Lopes Junior, lotado na 3ª Companhia do 2º Batalhão da PM, na cidade de Porteira, também vai receber uma prótese transfemural, custando R$ 23 mil. O agente teve que amputar parte de uma das pernas após adquirir uma infecção e utiliza muletas para se locomover. O suporte também alcança o sargento Jorge Luís, da Companhia de Policiamento com Cães (CPCães), e o soldado Márcio Douglas Melo Mota, do Comando Tático Rural (Cotar), do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque). Jorge Luís será contemplado com uma prótese exoesquelética, no valor de R$ 45 mil, e Douglas, que perdeu a perna em decorrência de lesões à bala sofridas em um confronto com criminosos no mês de agosto deste ano, também vai receber o auxílio.

 

 

Compartilhar
ACSMCE
ACSMCE
Este artigo foi produzido por um dos redatores especialistas da base da ACSMCE. Fique ligado, quase todos os dias temos conteúdo novo.

POSTS RELACIONADOS

RELACIONADOS
LOCALIZAÇÃO
Av. Imperador, 1600 - Centro - Fortaleza-CE
CEP: 60015-052
CONECTE-SE
Siga nossas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades da ACSMCE.
© 2016 ACSMCE. Todos os direitos reservados