ISSEC, mais uma reunião para viabilizar um futuro para o plano de saúde

reunião issec 05

O Instituto de Seguridade Social do Estado do Ceará – ISSEC está passando por problemas financeiros que não vem de agora.

Ao longo de debates, reuniões na Mesa Setorial, a Associação dos Cabos e Soldados Militares do Ceará vem cobrando por soluções imediatas como a longo prazo, evitando assim o colapso total do ISSEC.

Com a mesma preocupação, o presidente da Comissão de Saúde e Seguridade Social da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Dr. Carlos Felipe reuniu em seu gabinete na ALCE na manhã desta terça-feira (05) o superintendente do ISSEC, Dr. Olavo Peixoto; o presidente da ACS, 1º SGT PMCE Eliziano Queiroz; diretor jurídico do Fuaspec, P. Queiroz e demais representantes dos servidores estaduais (incluindo dos poderes legislativo e judiciário) para debater possíveis soluções para o caos financeiro que vive hoje o instituto.

“Para não colapsar o Issec, é necessário R$12 milhões. Para limpar o que está represado atualmente e sustentar até o final desse período são necessários R$22 milhões. Estamos fazendo o que podemos para não parar de vez. Por exemplo, amarramos a uma consulta eletiva por mês, diminuímos as cirurgias de urgência/emergência para 15 por dia. Estamos fazendo isso para não parar de vez”, justificou o superintendente Dr. Olavo.

“É preciso que façamos uma reflexão. Como podemos diminuir o impacto financeiro no Issec? Por exemplo, podemos utilizar o que o sistema [único de saúde] tem de melhor na alta complexidade como tratamentos cardiovasculares, oncologia etc. Essa seria uma saída para resolver a curto prazo esse problema”, explicou o deputado Dr. Carlos Felipe, que é médico no setor público.

“Fato é que precisamos descontingenciar o Issec, que acumula a cada dia que passa mais e mais pedidos de consultas e cirurgias, por não ter caixa suficiente para atender a demanda crescente. A viabilidade de ter uma contra-partida por parte dos servidores é urgente, mas que essa contra-partida seja de acordo com o congelamento posto pelo próprio governo no pacote do final do ano passado, onde não serão dados reajustes por vinte anos”, frisou SGT Eliziano Queiroz.

Ao final da reunião, a comissão do ISSEC, elaborou ofícios solicitando a cada deputado da Assembleia Legislativa do Ceará, a destinação de 25% de sua verba parlamentar para auxiliar nas demandas do instituto, para o exercício atual.

 

Compartilhar
ACSMCE
ACSMCE
Este artigo foi produzido por um dos redatores especialistas da base da ACSMCE. Fique ligado, quase todos os dias temos conteúdo novo.

POSTS RELACIONADOS

RELACIONADOS
LOCALIZAÇÃO
Av. Imperador, 1600 - Centro - Fortaleza-CE
CEP: 60015-052
CONECTE-SE
Siga nossas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades da ACSMCE.
© 2016 ACSMCE. Todos os direitos reservados