Mesa Setorial de Negociação tem reunião na SSPDS

mesa setorial 12.04.17

A tarde da quarta-feira 12 foi de debate e negociação entre as entidades de militares do Ceará e a Secretaria de Segurança Pública e Desenvolvimento Social e seus órgãos.

O presidente da Associação dos Cabos e Soldados Militares do Ceará e subcoordenador da mesa setorial, 1º SGT PMCE Eliziano Queiroz frisou questões como os Projetos de Indicação nº 22 e 54/16, de autoria do Capitão Wagner que tramitou na Assembleia Legislativa. “Os projetos visam corrigir alguns problemas que encontramos nas promoções de 2015. A tramitação dos projetos transcorreu de forma transparente na Assembleia, onde os deputados viram os impactos financeiros que ambos os projetos trarão para o estado. Estamos apenas esperando o OK do sr. governador para que os Policiais e Bombeiros militares que serão contemplados com os projetos tenham suas promoções”, lembrou SGT Eliziano.

Outro ponto abordado questionado pelos presentes foi quanto a interiorização da IRSO – Indenização de Reforço ao Serviço Operacional. O comandante geral da PMCE, Cel. Ronaldo Viana afirmou aos presentes que “o valor disponibilizado para a IRSO é de R$550.000,00, contudo as prefeituras podem realizar convênios com a PMCE para assim ter reforço no policiamento, como é o caso da cidade de Aquiraz”.

SGT Eliziano levou ainda para mesa a proposta feita pelo vereador de Sobral, SGT Ailton, para a implementação do Colégio da Polícia Militar naquela cidade. “Precisamos descentralizar o estudo. Já temos o CPM em Fortaleza e Juazeiro do Norte e temos o Colégio dos Bombeiros na capital. Podemos levar um colégio militar para a região norte, o que já seria um ponto positivo para nossos profissionais da segurança”, afirmou. O secretário da pasta, sr. André Costa sugeriu que um percentual das vagas dos colégios militares fossem destinadas aos filhos de agentes de segurança pública do estado que tombassem em serviço. “Podemos ver a possibilidade de um percentual das vagas das escolas militares ser para filhos dos profissionais que falecem em serviço. É mais uma maneira de ajudar as famílias”, sensibilizou.

Agilidade nos processos de pagamento de pensões, a descentralização dos cursos de formação, a obrigatoriedade de curso superior em direito para ingresso no CFO, reajuste nas gratificações de motoristas da PMCE e CBMCE, escala de serviço das delegacias plantonistas, criação do centro social da SSPDS, foram outros temas abordados na reunião.

“Estamos aqui para colocar na mesa todas as demandas sejam de ordem social, educacional, profissional. São vários pontos que necessitamos debater. As demandas são inúmeras e a mesa é o ponto de partida para que possamos dar vazão as mesmas”, finalizou o presidente da ACSMCE.

#ACSPresente

Compartilhar
ACSMCE
ACSMCE
Este artigo foi produzido por um dos redatores especialistas da base da ACSMCE. Fique ligado, quase todos os dias temos conteúdo novo.

POSTS RELACIONADOS

RELACIONADOS
LOCALIZAÇÃO
Av. Imperador, 1600 - Centro - Fortaleza-CE
CEP: 600015-052
CONECTE-SE
Siga nossas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades da ACSMCE.
© 2016 ACSMCE. Todos os direitos reservados