Mesa Setorial tem reunião na SSPDS

mesa setorial 29.06.17

A quarta reunião da Mesa Setorial Permanente de Negociação da Segurança Pública aconteceu na manhã desta quinta-feira (29), na sede da SSPDS, para tratar de demandas pertinentes da categoria. O subcoordenador da Mesa e presidente da Associação dos Cabos e Soldados Militares do Ceará, 1º SGT PMCE Eliziano Queiroz esteve presente em mais esse momento.

Dentre as pautas tratadas pela presidência da ACS, estão o reajuste das diárias dos PMs que realizam a Operação Cerco Sefaz bem como a reforma dos alojamentos dos militares nos postos da Sefaz; abertura do CHST; e um canal direto entre as Associações e o Comando Geral Adjunto para tratar de assuntos pontuais.

Sobre a primeira pauta, o secretário da SSPDS entrou em contato com o secretário da Fazenda, Mauro Filho, que informou que os alojamentos estão inclusos no MAPP e estão passando por reforma; quanto ao reajuste das diárias, é preciso que o decreto que instituiu a Operação Cerco Sefaz e o valor das diárias seja alterado. Ainda sobre esse tema, o Presidente da ACS solicitou que fosse instituído no decreto um índice de reajuste, para que o valor das diárias não fique defasado por tanto tempo. Quanto a abertura do CHST, o secretário executivo da AESP, Cel. Ozair Santos, solicitou que o SGT Eliziano entre em contato diretamente com o coordenador da CGP, Cel. Aurélio, para saber sobre o quantitativo de turmas formadas para a posteriori, procurá-lo na AESP e saber sobre a disponibilidade de formação de novas turmas.

“Já estão em andamento 31 demandas advindas da Mesa Setorial, dentre elas uma das nossas bandeiras, que é a formação continuada. A SSPDS disponibilizará mensalmente para o Plano de Capacitação, R$15 mil por mês, que será destinado para pagar passagens aéreas e diárias, para os PMs, BMs e demais profissionais das vinculadas que forem se capacitar em outros estados e até no exterior. Temos muito ainda a solucionar, mas o caminho é este, levar as demandas e batalhar pelas soluções”, frizou SGT Eliziano, que falou ainda sobre o plano habitacional para os militares.

“Em agosto estaremos em São Paulo para conhecer o projeto habitacional exitoso da ACS de lá, para que assim possamos viabilizar o nosso. Nossos Policiais e Bombeiros muitas vezes moram em locais de risco, precisamos cuidar da segurança de quem protege a sociedade”, salientou.

Ainda durante a reunião, foram pautados: a IRSO para os Bombeiros Militares; um plano de saúde para os servidores militares e civis da SSPDS; alteração do horário de rendição dos PMs que passa a ser às 6h e 8h da manhã e consequentemente às 18h e 20h, cabendo ao comandante do Batalhão a adequação segundo a própria tropa; e o acautelamento de pistolas para os Policiais Militares. “O governador Camilo Santana já garantiu mais de 10 milhões de rais para a aquisição de armas, além de coletes para policiais militares e civis. Dando início a uma concorrência internacional, em que licitaremos a aquisição de novas pistolas para que cada policial militar possua a sua acautelada. Temos que equipar todos os nossos policiais”, frisou o secretário de segurança pública André Costa.

A ACS está presente, lutando para que as reivindicações da Tropa possam ser ouvidas e resolvidas.

#ACSPresente
#ACS56Anos

Compartilhar
ACSMCE
ACSMCE
Este artigo foi produzido por um dos redatores especialistas da base da ACSMCE. Fique ligado, quase todos os dias temos conteúdo novo.

POSTS RELACIONADOS

RELACIONADOS
LOCALIZAÇÃO
Av. Imperador, 1600 - Centro - Fortaleza-CE
CEP: 60015-052
CONECTE-SE
Siga nossas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades da ACSMCE.
© 2016 ACSMCE. Todos os direitos reservados