Nota de Repúdio da ACSMCE em relação aos afastamento dos Policiais do caso da Boca de Urna no IFCE

nota-de-repudio

A Associação dos Cabos e Soldados Militares do Ceará,vem a público repudiar a decisão da Controladoria Geral de Disciplina que afastou 4 policiais militares que participaram da ocorrência de Boca de Urna no IFCE publicado em Boletim do Comando Geral na noite de ontem (28/12), onde uma das acusadas era filha do Ex-senador e atualmente Secretário de Ciência e Tecnologia Inácio Arruda, essa decisão mostra claramente viés político, já que envolve uma pessoa pública ligada ao governo estadual, que teve um familiar atuada por boca de Urna pelo delegado da Policia Federal, que ratificou a prisão feita pelos policiais ao realizar o Termo Circunstanciado de Ocorrência na delegacia por boca de Urna, tendo que na bolsa das mulheres se encontravam “santinhos” de dois candidatos a vereador do município de Fortaleza e um postulante a o cargo de prefeito.

Para relembrar o caso, os policiais militares que atuaram na Operação Eleições 2016, durante abordagem no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Após uma denúncia anônima que foi repassada aos policiais, via Ciops, que estaria havendo “boca de urna” no referido instituto, os mesmos se dirigiram ao local, ocasião em que procederam a abordagem a três mulheres que tinham as características da referida denúncia. No início do procedimento, foi solicitado uma verificação nas bolsas das mulheres, havendo uma resistência incisiva por parte das mesmas, onde se negaram veementemente a abri-las durante a ocorrência. Além da resistência em mostrar o conteúdo, as mulheres sentaram sobre as bolsas, e posteriormente tentaram livrar o flagrante tentando repassá-las para uma terceira pessoa, que seria a genitora de uma delas.

Lembrando que na época da ocorrência a Associação de Cabos e Soldados Militares do Ceará, publicou um vídeo mostrando como foi toda a ocorrência, e mostrando que houve resistência por parte das mulheres denunciadas, e mostrando que aplicaram o uso da força corretamente, que o processo estava se desenrolando bem, até a aparição do Secretário Inacio Arruda que utilizou de agressão contra os policiais.

A ACSMCE desde do começo da ocorrência, prestou apoio a esses policiais, seja através do seu corpo jurídico, como também na divulgação da verdadeira história, que no começo a mídia só ouviu o lado do Secretário Inácio Arruda, entendemos que essa decisão está sendo mais política do que jurídica e esperamos a absolvição de todos os policiais militares envolvidos na ocorrência. Vale salientar que esses policiais que estão sendo afetados por esse afastamento, são altamente operacionais, e possuem vários elogios em suas fichas, e que durante toda a ocorrência agiram de modo correto e legal.

Para finalizar o texto deixamos uma indagação feita pelo Deputado Federal Cabo Sabino, em relação a postura do Governador Camilo Santana, mandou que o fato fosse apurado pela Controladoria Geral de Disciplina “Ele já mandou que a Controladoria abra um inquérito administrativo contra os policiais, dizendo que não aceita qualquer tipo de truculência por parte de seus policiais. O senhor está correto, governador. Mas eu pergunto a Vossa Excelência, e quanto ao seu secretário? Quem o senhor mandou averiguar (a conduta)? O Senhor só vai olhar um lado? Só vai ser punido um lado? Somente um lado vai ser investigado? Porque Vossa Excelência não dá o exemplo e manda afastar seu secretário?”, indagou.O Deputado Cabo Sabino.

Lamentamos, que parte da imprensa novamente divulgue os nomes dos policiais, prejudicando a vida desses profissionais,  em momento que o caso ainda está em processo de apuração.

Compartilhar
ACSMCE
ACSMCE
Este artigo foi produzido por um dos redatores especialistas da base da ACSMCE. Fique ligado, quase todos os dias temos conteúdo novo.

POSTS RELACIONADOS

RELACIONADOS
LOCALIZAÇÃO
Av. Imperador, 1600 - Centro - Fortaleza-CE
CEP: 60015-052
CONECTE-SE
Siga nossas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades da ACSMCE.
© 2016 ACSMCE. Todos os direitos reservados