Cadeia Pública de Barbalha: condições precárias de trabalho

CP barbalha site

O vice-presidente executivo da Associação dos Cabos e Soldados Militares do Estado do Ceará, 1º SGT PMCE Marinilson Pereira, em companhia do presidente da subsede sul, 1º SGT PMCE Marisvaldo Pereira e do tesoureiro SD PMCE Moura visitaram a Cadeia Pública de Barbalha na manhã desta segunda-feira, 06.

Com condições precárias, que beiram a calamidade, como muros rachados e falta de pessoal, o vice-presidente da entidade relatou inclusive para o comandante da Cia de Barbalha, MJ PMCE Adailton. “São apenas dois Policiais Militares por turno, um em cada guarita. Eles tiram turnos de 12 horas direto. É cansativo demais, isso sem contar que não existe iluminação na parte externa, não tem câmeras de monitoramento e o muro é extremamente baixo, facilitando a fuga. É necessário, no mínimo, 3 PMs por guarita. Afora que segundo a Lei 14.582 de 21/12/2009 e a Lei 14.966 de 13/07/2011 falam claramente que a vigilância, guarda, escolta, assistência, atendimento e orientação é atribuição dos agentes penitenciários”, sinalizou SGT Marinilson.

Quanto aos agentes penitenciários, o efetivo não é muito diferente. São apenas 2 AGPs que atuam numa escala de 3/9.

“É preciso que sejam dadas condições para os Policiais Militares que trabalham nas guaritas. Nos últimos 12 meses, 11 presos fugiram da Cadeia Pública de Barbalha. E não tem como culpar os policiais, uma vez que não tem sequer iluminação e pior, tem locais que o muro chega a apenas 2 metros de altura”, frisou SGT Marisvaldo.

Será elaborado um documento relatando as condições precárias do local para ser entregue a Secretaria de Justiça e Cidadania e para a Controladoria Geral dos Órgãos de Segurança Pública do Ceará.

#ACSPresente

Compartilhar
ACSMCE
ACSMCE
Este artigo foi produzido por um dos redatores especialistas da base da ACSMCE. Fique ligado, quase todos os dias temos conteúdo novo.

POSTS RELACIONADOS

RELACIONADOS
LOCALIZAÇÃO
Av. Imperador, 1600 - Centro - Fortaleza-CE
CEP: 60015-052
CONECTE-SE
Siga nossas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades da ACSMCE.
© 2016 ACSMCE. Todos os direitos reservados