ACSMCE na Secretaria de Segurança Pública

reunião sspds 26.01 site

O presidente da Associação dos Cabos e Soldados Militares do Estado do Ceará, 1º SGT PM Eliziano Queiroz, participou na manhã desta quinta-feira, 26, de reunião com o secretário da segurança pública do Ceará, delegado André Costa, e demais associações de militares.

Levar as demandas da tropa, compartilhar com os presentes projetos e ideias que visam estruturar e melhorar o funcionamento das corporações é de vital importância, ainda mais por se tratar de uma secretaria de interesse de todos. Esse foi o único objetivo da reunião que aconteceu na sede da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social.

O presidente da ACSMCE abordou e questionou vários temas, dentre eles a “Média do Nordeste”, as escalas e condições de trabalho do Batalhão de Divisas, os problemas ocorridos pela falha na comunicação operacional (HTs não funcionam direito), instalação de bases do Cotar no interior, cautelamento de armas, treinamento continuado, problemas quanto ao fardamento que não é operacional, a instauração de uma comissão para investigar as mortes dos profissionais da segurança. 

Dentre os pontos rebatidos pelo secretário André Costa, o principal foi que “já foi escolhido um perito criminal, uma praça, um oficial e inspetor da PCCE para compor a comissão que vai investigar esses crimes. Vamos colocar essa comissão para trabalhar dentro da Divisão de Homicídio e Proteção a Pessoa – DHPP”, frisou.

O presidente do conselho deliberativo da ACSMCE, 3º SGT PM Borges esteve presente na reunião e cobrou ao secretário que as viaturas disponibilizadas para o interior sejam novas, e não apenas repasses das já utilizadas na capital. Lembrou ainda das condições de trabalho dos PMs no interior do estado, onde muitas vezes fazem serviço de agentes penitenciários nas cadeias públicas. O secretário da SSPDS informou aos presentes que a solução para o fim das cadeias públicas é a construção de presídios regionais, pauta que está com a Sejus e tem, inclusive, a verba destinada para as construções.

O secretário adjunto da pasta, Ten Cel Alexandre D’avila informou a todos que o projeto AESP Itinerante sairá do papel, no  mais tardar, até o final do primeiro semestre de 2017. Esse projeto visa levar a formação continuada aos policiais do interior do estado. Essa proposta foi sugerida pelo presidente da ACSMCE, durante reunião com a então controladora geral de disciplina, Dra. Socorro França, ainda no início de 2016.

“O diálogo foi aberto mais uma vez. Estamos aqui mostrando as demandas, mostrando para o secretário que a segurança pública pode ser melhor, basta que tenha um pouco mais de atenção e zelo pelos gestores. São demandas que muitas vezes eles que estão na ponta não sabem, nosso papel é só esse, trabalhar por condições melhores para os policiais e bombeiros militares do nosso estado”, finalizou o presidente da ACSMCE.

Ainda quando indagado sobre a utilização da verba do Fundo de Defesa Social, o secretário foi explícito sobre a destinação do dinheiro. “Temos em caixa um saldo positivo do FDS. Vamos destinar esse dinheiro para ser usado com o policial e bombeiro, uma vez que esse dinheiro vem dele também, descontado no próprio contra-cheque. Vamos fazer projetos, antecipando a necessidade do policial e bombeiro militar, por exemplo, licitar órtese, prótese, fralda geriátrica. O trabalho vai ser agora, mas vamos usar essa verba para o policial”, sinalizou.

A ACSMCE continua seu trabalho social com os associados e está sempre em busca de melhorias para a categoria do militar estadual.

#ACSPresente

 

Compartilhar
ACSMCE
ACSMCE
Este artigo foi produzido por um dos redatores especialistas da base da ACSMCE. Fique ligado, quase todos os dias temos conteúdo novo.

POSTS RELACIONADOS

RELACIONADOS
LOCALIZAÇÃO
Av. Imperador, 1600 - Centro - Fortaleza-CE
CEP: 60015-052
CONECTE-SE
Siga nossas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades da ACSMCE.
© 2016 ACSMCE. Todos os direitos reservados