Capitão Wagner denuncia repasse de R$ 4 milhões a instituto por serviços em hospital sem funcionamento

03

O deputado Capitão Wagner (PR) denunciou, na manhã desta terça-feira (29), na Assembleia Legislativa, o pagamento de R$ 1,6 milhão, em setembro, e R$ 2,5 milhões, em outubro, ao instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), por parte do Governo do Estado, por serviços prestados no Hospital Regional de Quixeramobim, equipamento inoperante.

“Está aqui nas minhas mãos a nota de empenho com os valores pagos em setembro e outubro sem que um atendimento tenha sido realizado. Em setembro, foi pago ao ISGH R$ 1.620.123,64; em outubo, R$ 2.592.997,92”. O Governo Federal liberou cerca de R$ 17 milhões para o funcionamento do equipamentos nos últimos quatro meses do ano.

O parlamentar afirmou ainda já er elaborado um requerimento para suspender os pagamentos ao instituto referentes a novembo e a dezembro. Segundo Wagner, em novembro, seriam repassados mais de R$ 5 milhões. “Como é que eu pago por um serviço que não está sendo prestado? Se o hospital não está nem funcionando?”

O parlamentar afirmou ter elaborado requerimento para que os pagamentos de novembro e dezembro não sejam liberados, já que o hospital, inaugurado há dois anos, ainda não funciona. Em junho, véspera de eleição, o governador Camilo Santana prometeu que o equipamento estaria em funcionamento até o final daquele mês.

Os investimentos de R$ 147 milhões para construção e aparelhamento do hospital também foram ressaltados pelo parlamentar. Segundo ele, apesar de ter sido oficialmente inaugurado há dois anos, o equipamento permanece ainda não possui alvará de funcionamento.

Confira o Pronunciamento:

Fonte: Cearanews7

Compartilhar
ACSMCE
ACSMCE
Este artigo foi produzido por um dos redatores especialistas da base da ACSMCE. Fique ligado, quase todos os dias temos conteúdo novo.

POSTS RELACIONADOS

RELACIONADOS
LOCALIZAÇÃO
Av. Imperador, 1600 - Centro - Fortaleza-CE
CEP: 60015-052
CONECTE-SE
Siga nossas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades da ACSMCE.
© 2016 ACSMCE. Todos os direitos reservados